Mesa dos Seminários da 21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil | Comunidades Imaginadas, realizados no Sesc 24 de Maio (São Paulo) em outubro e novembro de 2019.

Debatedores:

MARIO A. CARO — Pesquisador, curador independente e crítico de arte contemporânea. Professor no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, pesquisa história e teoria das artes indígenas contemporâneas, além de trabalhar com várias comunidades na promoção de intercâmbio cultural global.

AMPAM KARAKRAS — Ativista shuar com ampla atuação nos movimentos de resistência indígena no Equador, fundou e presidiu a Federación Interprovincial de Centros Shuar, em 2018. No mesmo ano, publicou Miguel Tankamash y la lucha Shuar (Artes Gráficas Silva). Vivendo na floresta amazônica, entre Peru e Equador, os shuaras resistiram ao conquistador espanhol.

Mediador:

KAMIKIA KISÊDJÊ — Fotógrafo, cinegrafista e editor formado pela ONG Vídeo nas Aldeias, trabalha para as associações indígenas Kisêdjê e Terra Indígena do Xingu, além de ministrar oficinas de formação audiovisual pelo país e de manter um canal web sobre o movimento nacional indígena.


Tags