Um tríptico de composição clássica, que remete aos retratos pictóricos grupais do século 18, mostra duas meninas que leem o Manifesto Comunista com a avó. À medida que avançam, fazem toda sorte de perguntas, que a senhora responde. Na fala das meninas, a obra explora a perplexidade diante de questões que desafiam a passagem do tempo e suas inevitáveis ações no campo sociocultural, dissonâncias que a diferença de idade entre as protagonistas acentua. A fala da avó emula uma revisão histórica que se impõe.