• 
	Acervo videobrasil

    Acervo videobrasil

Ao longo de sua trajetória, que se iniciou em 1983, a Associação Cultural Videobrasil formalizou um significativo acervo composto, principalmente, por obras em vídeo e pelos mais diversos registros (especialmente de performances) e produções que olham para o amplo e ambíguo contexto contemporâneo do Sul geopolítico. Ao longo de mais de 30 anos, ele foi construído a partir de um paulatino processo de pesquisa e sistematização de um banco de dados, permitindo a constituição de uma Videoteca.

Com cerca de 1303 obras (entre vídeos, videoinstalações e registros de performance), 254 registros editados e 7 documentários da série Videobrasil Coleção de Autores, este acervo é um universo em constante crescimento e transformação, e tem como principal característica ser um arquivo vivo, aberto a pesquisas e experimentações artísticas que o renovem e deem a ele novos sentidos. Em termos de uma política de aquisição, com relação às obras, o acervo contempla as produções selecionadas na mostra Panoramas do Sul, realizada a cada dois anos durante o Festival, organizado pela parceria entre o SESC São Paulo e a Associação Cultural Videobrasil, e obras doadas por artistas que dizem respeito aos interesses de sua direção artística.

Por fim, ampliando esse universo de obras e levando em consideração um entendimento de arquivo, a Associação Cultural Videobrasil resguarda em seu acervo/arquivo mais de 4500 itens, entre os quais também estão contemplados as publicações de sua biblioteca, os demais impressos e materiais brutos em vídeo.