Artista multimídia, explora o desenho e o espaço no ambiente urbano. Numa tragetória de intervenções e interferências na metrópole São Paulo, ele utiliza recursos plásticos para criar situações inesperadas e potencialmente desestruturadoras do cotidiano urbano. Próximo de trabalhos coletivos, atualmente desenvolve pesquisas relacionadas a mídia, questões raciais e processos educacionais em três diferentes grupos: A Revolução Não Será Televisionada, Frente 3 de Fevereiro e Política do Impossível.