Realização |
  • Associação Cultural Videobrasil
  • SESC São Paulo
Curadoria geral |

Em seus primeiros anos, o Festival cumpriu seu papel como articulador de uma intensa troca de informação entre produtores, exibidores e pioneiros. Na décima segunda edição, ele ganhava cada vez mais força como difusor e formador de um público voltado para a arte eletrônica. A parceria com o SESC-SP se fortalecia, e o evento aconteceu simultaneamente em três unidades: Pompéia, Vila Mariana e Ipiranga. O intercâmbio internacional se manteve forte, com importantes convidados como o italiano Fabrizio Plessi, que produziu aqui a instalação inédita “Deposito del arte”. Além dele, tiveram destaque performances da dupla francesa Lafdup & Lafdup, do grupo inglês Antirom e dos grupos brasileiros Chelpa Ferro e Tetine. Atento às novas experiências surgidas nos anos 1990, o Festival abriu a mostra competitiva a novos suportes, como os CD-ROMs. A partir desta edição, o Festival passou a ter a duração de um mês.


Acesse o hotsite do 12º Festival

Programação

mostra competitiva

Mostra Competitiva do Hemisfério Sul

A mostra recebeu inscrições de diversos países do Hemisfério Sul. Pela primeira vez, o Festival se abre para obras em CD-ROM. Foram mais de 400 inscrições, das quais o júri selecionou 58 vídeos e 12 CD-ROMs, produzidos em 16 países.

mostra de filmes e/ou vídeos

"Academy of Media Arts", curadoria de Nils Röller

A curadoria de Nils Röller foi uma seleção de onze trabalhos produzidos no centro de arte audiovisual alemão Academy of Media Arts, um dos mais importantes da Europa.

"Current Media Art", curadoria de Hermann Nöring

A curadoria de Hermann Nöring foi uma seleção de dez obras em CD-ROM de seis artistas que participaram do projeto do Instituto ZKM. Este projeto mantém, desde 1994, um programa anual para residentes desenvolverem trabalhos em CD-ROM.

"The Architecture of Memory", curadoria de Michael Mazière

A curadoria de Michael Mazière trouxe nove obras de videoartistas britânicos. O tema conceitual que permeou a escolha do curador foi a relação entre a arquitetura, o espaço e o homem que os utiliza.

"The Race is On: Media and Ethnicity", curadoria de Steve Seid

A curadoria de Steve Seid apresentou três vídeos que tratam de questões étnicas ligadas à mídia.

Breda Beban e Hrvoje Horvatic

A mostra em homenagem a Breda Beban e Hrvoje Horvatic, dupla de artistas iugoslavos, foi composta por cinco de seus vídeos. A artista Breda Beban fez uma apresentação antes da exibição.

David Larcher

A mostra homenageia o artsita inglês David Larcher, com três de seus vídeos, exibidas pela primeira vez no Brasil. A seleção inclui a mundialmente inédita Ich Tank. Antes da exibição, o artista fez uma apresentação sobre sua obra.

Kutlug Ataman

A mostra trouxe a obra Kutlug Ataman's Semiha B. Unplugged, do premiado cineasta Kutlug Ataman. Trata-se de um documentário de oito horas dividido em nove episódios, com o relato da cantora de ópera turca Semilha Berksoy.

exposição

"CineSegredo", Carlos Nader

A instalação de Carlos Nader é parte autônoma da performance de Waly Salomão. Exposta na quadra, o espectador se depara com um imenso espaço vazio onde uma luz acende e apaga em sincronia com o som de uma bola de basquete.

"Deposito Dell'Arte", Fabrizio Plessi

A curadoria de Solange Farkas e Rosely Nakagawa apresentou a instalação  inédita do artista italiano Fabrizio Plessi. São 12 obras reunidas em uma só, baseadas no projeto publicado no livro Projetos do Mundo.

Making of "Deposito Dell'Arte", Cristiano Mascaro

A exposição "Making of 'Deposito Dell'Arte'" reuniu fotos de Cristiano Mascaro sobre o processo de execução da instalação "Deposito Dell'Arte", de Fabrizio Plessi.

performance

"A Night with Mike", Michael Smith

A performance do artista norte-americano Michael Smith, retrata com humor trágico, sutil e patético o personagem Mike, um homem comum que, segundo o autor, "acredita em tudo e não entende nada".

"Bestiário Masculino-Feminino", Waly Salomão e Carlos Nader

Depois de passar pelo silêncio visual e narrativo da instalação Cine Segredo, de Carlos Nader, o público recebe uma máscara de animal e adentra o espaço performático, onde Waly recita poemas ao som de música eletrônica, mulatas dançando e 100 galinhas cacarejando. 

"Eletrobrecht" e "Música de Amor", Tetine

O grupo Tetine apresentou duas performances, Música de Amor e Eletrobrecht. Buscando a recriação de mídias eletrônicas, o grupo funde diversos elementos do vídeo e da música.

"Fora do Ar", Fabio Itapura e Gisela Domschke

Na performance de Fabio Itapura e Gisela Domschke, imagens de vídeo projetadas sobre telas, elementos cenográficos, música e efeitos sonoros e fragmentos de programas de televisão povoam o ambiente com uma atmosfera festiva e transgressiva.

"Home of the Page", Lefdup & Lefdup

A performance Home of the Page, da dupla francesa Jérome Lefdup e Denis Lefdup, consistiu em um show ao vivo que integrava recursos e linguagem da Internet com música e vídeo.

"O Gabinete de Chico", Chelpa Ferro

A performance do grupo Chelpa Ferro combinava a projeção de imagens eletrônicas editadas ao vivo e performance musical envolvendo instrumentos convencionais e objetos ruidosos, como espremedor de laranja, amolador de faca e campainhas.

"Pincélulas", Eder Santos, Paulo dos Santos e Sandra Penna

A performance é uma combinação de elementos que inclui vídeo, poesia e música, apresentada ao vivo pelos próprios autores. O título da obra é a união da palavra "célula" com as palavras "pincel/ pincelada".

"The Antirom Performance", Antirom

Em The Antirom Performance, o grupo inglês Antirom utilizou linguagem multimídia explorada em todos os seus recursos no espaço cênico do palco.

programas públicos

Palestra "Conservação do Suporte Eletrônico"

Palestra sobre preservação do suporte eletrônico com Tomoe Moriyama, do Tokyo Metropolitan Museum.

documentação

Box 21

A Box 21 é uma cabine automática que permitia que o público gravasse em vídeo um depoimento que poderia ser exibido no Videojornal ou na programação do Canal 21 durante o Festival.

Making Of 12º Videobrasil

Com direção de Alex Gabassi, o making of registrou as principais programações do Festival com depoimentos dos artistas e produtores.

Videojornal

Os artistas da Zebra e Burritos do Brasil, representantes de uma novíssima e conceituada geração de criadores televisuais, conduziram o Videojornal deste ano, assim como a cobertura exclusiva do Festival para a cidade de São Paulo pelo Canal 21.