Lançada em 2017 em parceria com a VERBO, mostra de performance arte realizada pela Galeria Vermelho, a Temporada de Dança Videobrasil confirma o Galpão VB, sede da Associação Cultural Videobrasil, como espaço de ativação de seu Acervo Histórico. Significativo arquivo existente desde 1983, o Acervo é composto por mais de 4.500 obras em vídeo, registros de performances, filmes de artistas e publicações que olham para o amplo contexto contemporâneo do Sul Global.

Com formato interdisciplinar, fomentando aproximações entre a dança e as artes visuais, e considerando a noção contemporânea de arquivo como organismo vivo, a Temporada propõe a um jovem coreógrafo a criação de um trabalho inédito que incorpore peças do Acervo, possibilitando assim a verticalização das relações entre arquivo, corpo e coreografia.

A 1ª edição da Temporada de Dança Videobrasil conta com curadoria de Carolina Mendonça, diretora de teatro e coreógrafa radicada na Alemanha, e Marcos Gallon, diretor artístico da VERBO, responsáveis pela seleção da artista participante Clarissa Sacchelli, que após quatro meses de imersão no acervo do Videobrasil, se apresentará no Galpão VB nos dias 6, 8 e 15 de julho de 2017.

Confira abaixo mais informações sobre Clarissa Sacchelli e a 1ª Temporada de Dança Videobrasil, em texto assinado pelos curadores:

*

A trajetória artística de Clarissa Sacchelli (São Paulo, 1983), coreógrafa e artista selecionada para a 1ª Temporada de Dança Videobrasil, revela uma adensada compreensão acerca do corpo e sua relação com as diferentes linguagens artísticas que integram atualmente o léxico da dança contemporânea. Em sua trajetória, Clarissa Sacchelli tem investigado de que maneira os modos de produção afetam diretamente a obra criada.

A partir do embaralhamento entre dança e linguagem escrita, as peças de Sacchelli sugerem, já em seus títulos, um afiado poder de síntese propondo questões a partir de imperativos, como “Este trabalho chamava coreografia” (2016), “Isso não é um espetáculo” (2013-2014), ou “Isso é uma habitação” (2013). No mundo atual, onde o conceito de verdade é algo em trânsito permanente, pesquisas no campo da arte que pretendem definir um conceito de forma imperativa soam ultrapassadas, mas não é isso o que ocorre no caso de Sacchelli. Aquilo que se “chamava coreografia”, o que “é um espetáculo”, ou uma “habitação” são apenas McGuffins que nas mãos da artista detonam o contato entre a ação e o observador.

Nesta edição piloto do projeto Temporada de Dança Videobrasil, nos indagamos como Sacchelli, dançarina, coreógrafa e escritora, se relacionará com o acervo plural do Videobrasil. Mais do que o resultado final que integrará a programação da VERBO 2017 no Galpão VB, e que no caso de Sacchelli poderá se materializar no formato de uma ação, de um texto, ou simplesmente de uma conversa, nos interessa saber como acontecerá a imersão da artista num acervo de mais de 4500 obras, quais serão suas escolhas, impasses, e principalmente, as questões que a partir desse contato a artista estabelecerá com o observador.

Carolina Mendonça e Marcos Gallon
Março, 2017